Dilsinho estreia como cantor após ser gravado por Thiaguinho e outros

Posted by Chris Fuscaldo Category: Entrevistas

Se tem uma turma que ajuda a gente nas conquistas, a se reerguer quando caímos e a seguir em frente quando já estamos no caminho certo é a nossa galera. Gíria muito usada atualmente no Brasil, “galera” é aquele grupo de pessoas com o qual podemos contar e que, certamente, está por perto pra ajudar. Quando se quer avançar, a melhor coisa é ir junto com a galera. E foi o que Dilsinho fez, desde que começou a se interessar por música. Ou melhor, por samba. Com 21 anos, ele acaba de lançar seu primeiro álbum pela gravadora Universal e já tem em seu currículo a gravação de suas composições por nomes como Thiaguinho, Mumuzinho, os grupos Sorriso Maroto e Bom Gosto. Com menos de 20 anos, teve a certeza que tinha se envolvido com a galera certa ao ouvir Alexandre Pires cantando sua canção.

“Eu tenho um amigo que é produtor, o Lincoln de Lima. Ele é meu parceiro nessa música e tocava na banda do Alexandre. Eu estava correndo atrás, começando a carreira, e ele falou que ia levar a música pro cara ouvir. Eu dizia que não ia rolar, ‘tá louco’. E acabou que foi firmando e o Alexandre gravou. Quando ouvi, chorei. Acho que foi a última vez que chorei. A partir daí, conheci uma galera do meio e fui tendo outras músicas gravadas”, conta Dilsinho.

Alexandre Pires gravou “Maluca Pirada”, com participação de Mumuzinho, para o DVD “Eletrosamba”. O trabalho do vocalista do Só Pra Contrariar ganhou o Grammy Latino na categoria Samba e Pagode. “Na Beira do Prato” foi gravada pelo grupo Bom Gosto, com participação de Thiaguinho, e “Aí Que eu Gosto e Vou Pra Cima” e “Pra Você Escutar” estão no mais novo EP do Sorriso Maroto. O ator Thiago Martins escolheu “Do Outro Lado do Mundo” e “Pensando em Você” para interpretar em seus shows. Das 11 canções do álbum de Dilsinho, nove são escritas por ele.

“Eu já tinha tocado em alguns lugares antes, fiz shows, mas o fato de chegar no estúdio e gravar músicas minhas, de estar ali com caras que vivem de música há mais tempo do que eu… essa troca de informação rolou muito naturalmente. Fiquei muito à vontade. Gravei com músicos de ponta. Os arranjos são do Jota Moraes e a produção, de Bruno Cardoso e Lelê, que viraram meus amigos. Aconteceu uma química muito maneira”, diz Dilsinho.

Dilsinho na foto de Lucio Luna

Dilsinho na foto de Lucio Luna

A única regravação do disco é “Já Que Você Não Me Quer Mais”, de James Lima, que foi registrada anteriormente pelo grupo Seu Cuca. Dilsinho transformou a faixa em samba e já emplacou a música no Top 5 das rádios cariocas e no Top 10 na média nacional: “Apesar de minha afirmação ter vindo primeiro como compositor, eu não tinha uma necessidade de fechar o disco autoral. Visei o que era melhor pro meu trabalho. Escolhi músicas que eram legais.”

O carioca Dilsinho vem de uma família festeira, mas sem músicos. Aos 13 anos, descobriu o violão e começou a tocar em bares e festinhas de colégio. No repertório, tinha de tudo: rock, pop, MPB, samba etc. Rapidamente, sentiu necessidade de cantar o que pensava e foi assim que surgiu o compositor. Se as letras são autobiográficas? “Ah, a gente acaba passando o que está no subconsciente pro papel ou pra melodia… Se estou triste, faço uma música mais triste. Se estou feliz, a canção sai mais feliz”, explica.

No primeiro disco de Dilsinho, Mumuzinho faz uma participação na faixa “Dá Pra Saber”. Essa música e outras já conquistaram feras do futebol, como Ronaldinho Gaúcho, Vagner Love e Júlio César, de quem o estreante é amigo pessoal, e são lembradas nas comemorações deles: “Os jogadores se identificam muito com ‘Dá Pra Saber’ porque é uma música que fala de amizade. Acabei tocando muito em churrascos, reuniões de amigos e eles foram conhecendo meu trabalho. Eles acompanharam antes e estão felizes demais com esse meu momento.”

Amigos? Churrascos? Parceiros musicais? Para Dilsinho, seja onde e com quem for, o negócio é estar com a galera.

2 thoughts on “Dilsinho estreia como cantor após ser gravado por Thiaguinho e outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>