Com técnica vocal perfeita e domínio de palco, Ithamara Koorax rege a plateia do Leblon

ik Além de uma técnica vocal perfeita, Ithamara Koorax tem domínio do palco. E é capaz de reger uma plateia usando os olhos e as mãos. A niteroiense que faz mais sucesso no exterior do que no Brasil merece ser designada como uma das três melhores cantoras de jazz do mundo, como o fizeram os leitores das revistas DownBeat, Swing Journal e Jazz People (ao lado de Diana Krall e Cassandra Wilson). Não importa o que diz a crítica brasileira – com a qual Ithamara tem uma certa diferença. No show que apresenta às sextas e sábados, até o dia 30 de janeiro, no Bar do Tom, no Leblon, a cantora mostra por quê a diversificação do seu repertório não compromete o show, cuja unidade é alcançada através de sua voz, desenvoltura e influência sob o público.

Em “Bim Bom World Tour”, a cantora mescla clássicos com canções do seu 12º álbum, “Bim Bom”, um tributo a João Gilberto. Mas a homenagem bossanovista se dissolve em meio a tantos outros hits. Do repertório do baiano, ela canta poucas. “O Pato”, “Minha Saudade”, uma parceria com João Donato, e “Hó-bá-lá-lá-lá” são algumas delas.

ikpromoeuro-tourshow_089otima-2

Entre a versão em português de “Human Nature” (Michael Jackson), gravada por Dulce Quental em 1986, e “Smoke Gets in Your Eyes” (The Platters), Ithamara Koorax cantou os temas de Chapeuzinho Vermelho e Dona Baratinha, mostrando que, além de graves e agudos perfeitos, ela sabe fazer vozes estridentes quando quer brincar. O dance “Got To Be Real” (Cheryl Lynn) virou um jazz irreconhecível e “Aviso aos navegantes”, de Lulu Santos, ganhou teclado e baixo jazzísticos e violão e bateria de samba: só não dá para dizer que é “a perfeita bossa nova” porque nesse movimento não há vozes primorosas.

Ithamara Koorax encerrou o show com o tango “El Día Que Me Quieras”, sucesso do argentino Carlos Gardel, e “Mas Que Nada”, de Jorge Ben, que ganhou solo de bateria de Haroldo Jobim. Antes, chamando com os olhos e fazendo gestos sutis com as mãos, conseguiu que as pessoas presentes a acompanhassem em coro em diversas canções. No bis, “Never can say goodbye” e “Garota de Ipanema”.

Uma das três melhores cantoras de jazz do mundo, Ithamara Koorax faz temporada no Rio (leia entrevista)

Quer ficar sempre informado do que está rolando no blog? Siga o GarotaFM no Twitter: http://twitter.com/garotafm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>